8.16.2007

Quando eu acho que não cabe mais amor no meu coração, ele me prega uma peça e mostra o quanto é elástico...

Mas ainda assim um cadim acaba vazando pelos olhos!

Santa emoção, homem-morcego!!!

E eu que tinha esquecido o quanto isso era bom...

E eu que achava que isso nunca mais aconteceria comigo...

E eu que sou uma manteiguinha derretida de marré-de-si...

E eu... que sou louca por você!!!

.N.e.o.q.e.a.v.

Sem comentários:

Publicar um comentário